Vídeo e texto sobre a 1ª etapa do Residencial Lagoa Quente, da UMMP Caldas Novas, GO.

Casas Sustentáveis – Residencial Lagoa Quente – UMMP Caldas Novas GO.

A União Municipal por Moradia Popular de Caldas Novas realizou na tarde do dia 8 de dezembro de 2012 a entrega de 72 casas da 1ª Etapa do Residencial Lagoa Quente, dentro do Programa Minha Casa Minha Vida Entidades, do Governo Federal, através do Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal. A solenidade de entrega foi realizada às 16h, na Avenida Presidente Deodoro da Fonseca Quadra 54, setor Lagoa Quente.

Para o presidente da entidade, Márcio Antônio Teodoro, é um sonho que está sendo realizado e concretizado e são várias famílias que terão o seu natal melhor este ano. “Acreditaram no sonho e viram que quando se sonha junto, torna-se realidade, e agora estão vendo que dá certo. A União faz a força e constrói casas, não apenas sonhos, que ficam no esquecimento”, afirma Márcio Antônio Teodoro.

Residencial Lagoa Quente - UMMP Caldas Novas

A História da União Por Moradia Popular para chegar até as 72 casas que serão entregues hoje, é marcada pela luta de pessoas que sonharam em construir suas casas para saírem do pesadelo do aluguel e ter sua moradia com dignidade. Márcio Antônio Teodoro, sua esposa Uiara, acompanhados pelo Vidal Barbosa, companheiro de luta, investiram neste sonho de ajudarem várias famílias que se encontravam na situação de sofrimento, tendo que morar de aluguel e tendo que viverem às margens da dificuldade.

Começaram a batalha em prol de um ideal: a construção de casas populares para atender a famílias de baixa renda. Nasceu assim a UNIÃO MUNICIPAL POR MORADIA POPULAR DE CALDAS NOVAS, que já vinha sendo sonhada e trabalhada por outras pessoas com o mesmo sonho, como Diana e várias outras famílias dentro do projeto Residencial Recanto de Caldas. Ao nascer o Projeto Minha Casa Minha Vida, que era do Governo Lula, nasceu o sonho de construir um conjunto. Foi ai que Márcio Antônio Teodoro, acreditou que este sonho poderia se tornar realidade e passou a caminhar em busca de parceiros, como Severino Soares, João Felix, Catulo de Angelis e muitos outros que abraçaram e acreditaram na causa.

Viagens para Brasilia, Goiânia. Diversas reuniões com as famílias, que aos poucos começaram a acreditar que este sonho poderia se tornar realidade. E em 2009, a União Municipal Por Moradia Popular foi habilitada de forma definitiva dentro do programa e começou a busca por documentação do programa em Caldas Novas e apareceu durante o processo, a parceria com a Lagoa Quente e esta parceria deu certo, dando resultado no nascimento do Residencial Lagoa Quente, que fora apresentado oficialmente à Caldas Novas em fevereiro de 2012, e passou ao processo de construção das casas.

Ao verem as casas sendo construídas, muitas outras pessoas que antes não acreditavam que o projeto ia para frente, começaram a trabalhar em prol desta construção e passaram a abraçar a causa. A luta continuou e nasceu a segunda etapa do projeto Residencial Lagoa Quente, que em breve também deve sair do papel.